Muitas vezes estamos em uma edificação e ficamos tranquilos: “olha… os extintores de incêndio desse prédio estão todos certinhos! Que bom 😉

Dúvida Munhoz respondeMas… alguém aqui sabe utilizá-lo? “Huuum…. deu ruim…

Os treinamentos e simulados para pessoas que fiquem nas edificações são fundamentais para a eficácia do combate ao princípio de incêndio. Lembro que em um post anterior (“♫♪ O fogo é fogo! Esquenta… esquenta…♫♪ ” e vira incêndio!) mencionamos que o fogo fora de controle, vulgo incêndio, pode em pouquíssimos minutos tomar grandes proporções, e são nesses pouquíssimos minutos que os brigadistas devem intervir.

Vejam esse vídeo do Nist (National Institute of Standards and Technology) que é um instituto que faz testes e ensaios. Eles compararam um princípio de incêndio de antigamente (com móveis antigos) e os fabricados atualmente. Não estamos comparando qualidade dos móveis, todavia salientamos que as novas tecnologias em movelaria, por exemplo, exigem medidas mais eficazes de combate ao fogo. Os materiais sintéticos, aglomerados com resinas, plásticos etc demandam maior velocidade do brigadista e eficiência do seu equipamento.

Por isso, não dá pra colocar o móvel mais bonito, como o melhor acabamento, da marcenaria mais renomada e instalar os equipamentos contra incêndio mais baratos… e também não resolve o equipamento se ninguém souber usar ou não for feita a manutenção adequadamente.

Então você diz: “Diogo… não vejo no noticiário incêndios! Pare de fazer terrorismo comigo…” ok, vou mostrar apenas alguns pra vocês que foram colocados na funpage da Ortega Extintores. Role para baixo da página e diversos casos surgirão e você poderia jurar que não acontecem.

Brigadista Munhoz ExtintoresE o que faz o brigadista? Simples: recebe um treinamento para saber como agir nesses “imprevistos previstos”. Saber escolher e utilizar um extintor de incêndio ou hidrante, acionar o alarme de incêndio e informar as autoridades e fazer um primeiro socorro, se necessário.

Tudo isso não leva mais do que 4 horas… se a turma for boa e o risco baixo… só 3 horinhas, para condomínios residenciais, por exemplo. Sabe o que isso significa? Que se você dedicar cerca de 0,05%  das 8.760 horas do seu ano à este simples e importante procedimento você e seus queridos vizinhos,  coworkers etc estarão bem mais seguros.

Invista na sua segurança, muitas vezes a seguradora não cobre um sinistro e, pior, nunca traz uma vida de volta. Se ainda não te convenci, vou dar mais um duro argumento: a lei obriga que se faça esse treinamento! Pense bem… depois você não vai ter o direto de reclamar que os políticos não fazem a parte deles…

Seja uma dessas nobres e altruístas pessoas nas nossas edificações. Informe-se com seu síndico quem são os brigadistas do seu condomínio, participe do treinamento e faça parte dessa seleta turma de felizes portadores de conhecimentos que salvam vidas.

#Pense nisso…

Diogo Munhoz Ortega Jr.

Diogo Munhoz Ortega Jr.

Diogo M. Ortega Junior é formado em Engenharia Civil e Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós-graduado em Perícias e Avaliações de Engenharia pela Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP), cursou Investigação de Incêndio em Explosão pela National Fire Protection Association (NFPA) e atua como Secretário da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) na Comissão de Estudo de Extintores de Incêndio. Certificado pelo EMPRETEC-SEBRAE

membro do grupo TECO CONDOMÍNIOS membro do grupo TECO (www.grupoteco.com.br).

Palavras-chave: brigada de incêndio,  cuidado, extintores, fogo, incêndio, manutenção, normas, perigo, prevenção

× Whatsapp: (11) 98859-5972

Quer estar por dentro das Nossas Novidades?

Inscreva-se e fique por dentro!

Ahhhaaa...Vai Embora?

Então Não Esqueça de Inscrever-se em nossa NewsLetter!